Resenha: Homens Sórdidos – A trilogia dos indignos: Volume I

O livro está disponível no Kindle Unlimited (clique aqui para acessar 30 dias grátis) e à venda em e-book (compre aqui)

Mais uma resenha quentinha pra vocês!

Essa eu demorei, mas é por uma boa razão. Siga meu Instagram para ficar por dentro das novidades.

O livro da vez é Homens Sórdidos do escritor F. H. Hingst, que entrou em contato pra gente fazer essa parceria. Obrigada pela confiança no meu trabalho, Fábio!

Bora então para as minhas considerações!

Doze são os homens sórdidos e suas faces são das mais diversas. O leitor acompanhará desde o mais humilde pescador até um cavalheiro ungido, besuntado de soberba, ou um mercenário violento movido pelo ouro. Trilhará os passos de um caçador, determinado a perseguir uma besta sanguinária, bem como verá através dos olhos de suas vítimas fatais. Também um arqueiro a vigiar, do alto, uma terra conspurcada pelo ódio, ao passo que um líder insurgente, contrário à família indigna que governa num trono roubado, lidera suas tropas através de estradas selvagens. Um salteador egoísta fará quaisquer atrocidades a fim de alimentar sua ganância, em paralelo com um casal de músicos que almeja, apenas, espalhar suas canções para os ouvidos e corações dos habitantes de Wellfare. Histórias inseridas em realidades deturpadas e sangrentas mostrarão a você os limites da sanidade, da ambição e do orgulho.

Sinopse do livro Homens Sórdidos – A trilogia dos indignos: Volume I

Com uma sinopse dessa nem preciso falar que já quero os outros volumes da trilogia né? Hahaha

O livro de pouco mais de 300 páginas é uma boa pedida para fãs de fantasia. Se você tá na vibe House of the Dragon (séria baseada no mundo do Game of Thrones), vale a pena dar uma chance para esse livro nacional.

Aqui você acompanha a história de vários personagens que, no primeiro olhar parecem independentes, mas que vão se interligando ao longo da narrativa. Lembrando que é uma fantasia destinada a um público mais adulto (acima de 16 anos), então tem algumas cenas mais pesadas contendo violência.

Uma coisa que senti que me atrapalhou um pouco ao longo da leitura foi o uso de palavras rebuscadas. Esse recurso é bem utilizado para dar o tom da época em que se passa o livro, mas mesmo assim nada que uma busca rápida no Google não resolva. Sendo assim, eu recomendo a leitura pra quem já tem costume de ler fantasias medievais.

Tirando isso, eu adorei a experiência de ler uma fantasia sombria nacional. O meu personagem favorito foi o Rei Ratazana, que vive no subterrâneo e controla os ratos. Daí já dá pra ter uma ideia do nível da história hahah

Enfim livro recomendadíssimo pra quem curte fantasia.

Até a próxima!

Lembrete: Eu faço parte do programa de afiliados da Amazon. Se você quiser comprar algum produto indicado aqui, toque nos links que estão no post, assim você ajuda o blog a crescer e não paga mais nada por isso. Obrigada 💗

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: