Minha Mãe É Uma Peça 1, 2 e 3 – Crítica

Hoje eu vou falar sobre três filmes nacionais que eu acho muito engraçados. Minha Mãe é uma Peça (2013, 2016 e 2019) é uma homenagem escrachada do ator Paulo Gustavo à mãe dele. Se quando você pensa em cinema nacional, você pensa em filmes de drama como Cidade de Deus, Bacurau ou Tropa de Elite, te convido a conhecer esses três filmes de comédia.

Não são os melhores filmes da vida, mas são filmes divertidos pra passar sua tarde com a família, aproveitando situações que nós brasileiros vivemos no dia a dia. Porque vamos combinar que tem muita comédia “ruim” por aí né, vamos pelo menos assistir uma que podemos nos identificar. 

Nessa história, Dona Hermínia, interpretada por Paulo Gustavo, é uma mulher de meia idade, divorciada e com três filhos. Ela é aquele tipo de mãe que não larga do pé, é insistente, preocupada, chata, mas no fundo ama a sua família. Mesmo os filhos não sendo mais crianças, ela quer estar sempre presente na vida deles e não se contenta em ficar em segundo lugar.

A personagem é muito caricata. Ela grita, briga, se estressa e a gente acaba rindo com esse humor escrachado. Paulo Gustavo traz situações da vida real para a história de uma forma exagerada e às vezes até forçada, o que contribui para o ar teatral do filme.

Os filhos Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo) também contribuem com o humor e com outras discussões. Como o próprio Paulo Gustavo é homossexual, a temática LGBT está presente ao longo da trama de uma forma natural, mas pouco explorada.

“A gente fica louca pra essas crianças crescerem, sair de casa e ficarem independentes, eles saem de casa e não ligam mais pra gente.”

Pra mim, o primeiro ainda é o melhor por ser o mais “original”, porém acho que o 3º tem situações mais interessantes e o 2º é o mais fraco. É claro que os filmes têm seus defeitos. Algumas piadas são problemáticas, algumas situações são clichês já apresentados nos outros filmes da franquia, mas no geral os filmes são engraçados e em alguma parte, nos fazem refletir. É importante lembrar também que nem todo filme precisa ser uma obra-prima. 

O filme se propõe a ser um filme divertido com algumas alfinetadas. E é isso que ele entrega. Se você tá em busca de um filme engraçado e já cansou dos filmes que você sempre vê, pode apostar nesse nacional, que acho que você vai se divertir.

Nota média: 7 bobs de cabelo

(Não entendeu? Assista aos filmes, eles estão disponíveis no Telecine Play)

Quer escrever histórias que vendem? Se inscreva no Curso de Redação e Escrita Criativa (é top!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: